WebMapping: Vantagens e Desvantagens

Quando ministro treinamentos sobre a tecnologia Webmapping um dos primeiros tópicos que abordo no conteúdo teórico é referente às vantagens e desvantagens existentes em se empregar essa tecnologia. Acho interessante como alguns alunos treinandos ficam surpresos quando comento que essa Geotecnologia não é totalmente um mar de rosas, ou seja, apenas vantagens. Mas então, quais são algumas das vantagens e desvantagens em seu utilizar/desenvolver webmapping, também chamados de WebGIS? Vejamos.

VANTAGENS

  • Facilidades de manuseio pelo usuário final (aplicações amigáveis);
  • Independência de sistema operacional;
  • O usuário só precisa de um computador com navegador e acesso à internet;
  • Dependendo da arquitetura da qual se fez uso, não é necessário carregar, instalar ou manter qualquer software ou dados no cliente;
  • Podem interagir com sistemas desktop ou outros sistemas da internet (interoperabilidade);
  • Permite diferentes tipos de acesso aos dados.

WebMapping

DESVANTAGENS

  •  Tempo de carga de dados;
  • Limitações das análises espaciais;
  • Não substitui um programa de SIG por completo.

E você? Consegue listar mais alguma vantagem eou desvantagem no uso de aplicações webmapping? Essas que indiquei são apenas exemplificativas.

Vale lembrar os nomes de pelo menos alguns dos principais softwares open source que podem ser utilizados para criação de aplicações geoespaciais para web: MapServer, GeoServer, i3Geo, OpenLayers.

Leia mais sobre mapas interativos para internet:

Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

4 Comments on “WebMapping: Vantagens e Desvantagens”

  1. Harlan Rodrigo disse:

    Contanto que se saiba…suas limitações, afinal não é um software de sig, mas é extremamente importante para a difusão do uso das geotecnologias na administração pública, de uma forma bastante descentralizada e voltada para leigos em cartografia.

    Um outro porém é que é necessário uma boa equipe de desenvolvimento, TI, caso determinado órgão opte por criar suas aplicações.

  2. Harlan Rodrigo disse:

    Webmapping é muito interessante, mas pensando na lógica de aplicações para um usuário final, que na maioria dos casos pode ser uma pessoa leiga em teorias e softwares de GIS.

    Uma coisa que eu acho importante com relação a essa temática é que uma aplicação em webmapping não substitui um software de sig, como o Qgis, Arcgis, mas pode ter ferramentas que possibilitam fazer determinadas análises espaciais. As mais utilizadas são os buffers e gritamos, mas, segundo colegas meus, dentro do Arcgis Server já é possível criar aplicações utilizando qualquer ferramenta disponível no Arc Toolbox.

    Conheço algumas aplicações bastante focadas no usuário final, como algumas utilizadas em diversas Secretarias do Estado da Bahia, como a de Segurança Pública, de Administração e do Turismo. Nesse caso, todas utilizam o Arcgis Server. Uma exceção é o Geobahia, que utiliza S.L., e tem uma potencialidade muito grande. Hoje é maia utilizada pela Secretaria de Meio Ambiente.

    Eu não vejo tantas desvantagens em webmapping, contanto que ser saiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *