Geotecnologias para o Semiárido Brasileiro: SIGSAB

SIGSABO Semiárido brasileiro se estende por oito Estados da região Nordeste mais o Norte de Minas Gerais, totalizando uma extensão territorial de 980.133,079 km2 distribuídos em 1.135 municípios. O Instituto Nacional do Semiárido (Insa) teve o prazer de lançar neste dia 28 de abril o Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB). Conheça agora o sistema, em especial sobre a aplicação desenvolvida com i3Geo.

CONHEÇA O SIGSAB

O SIGSAB (Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro) foi planejado para operar em uma amigável plataforma web onde o uso de suas ferramentas poderá possibilitar a realização de estudos e pesquisas que poderão contribuir na definição de políticas públicas, investimentos privados e públicos, planejamentos e no uso sustentável dos recursos naturais (Insa, 2014).

Conforme explicado no próprio site do projeto, o sistema terá dois módulos, um básico (já disponível para o público) e outro avançado (com lançamento previsto para julho deste ano).

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

O MÓDULO BÁSICO, apresenta linguagem simples e objetiva e permite ao usuário realizar consultas a uma variável por vez, seja de todos os municípios do Semiárido, de determinados espaços geográficos menor da região ou através da escolha dos municípios de interesse.

O MÓDULO AVANÇADO com uma linguagem mais técnica permitirá ao usuário realizar consultas mais elaboradas, através da seleção de um conjunto de variáveis, possibilitando o cruzamento entre elas, seja por meio de operadores lógicos ou matemáticos objetivando obter a variável “resultado”, seja dos 1.135 municípios da região semiárida, de determinados espaços geográficos da região ou através da escolha dos municípios de interesse.

A seguir apresentaremos um breve tutorial que ilustra o funcionamento do módulo básico do SIGSAB.

COMO USAR O SIGSAB

Neste exemplo temos como objetivo obter uma planilha e um mapa temático sobre a o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) para o ano de 2010 na dimensão Longevidade.

1° PASSO: Acesse o endereço do sistema [http://insa.gov.br/sigsab/] e clique na opção Módulo Básico, localizada na parte superior direita da página.

SIGSAB: Módulo Básico

2° PASSO: Teremos três etapas a cumprir. A etapa inicial é a Seleção de Dados.

Em Temas selecionamos a temática geral sobre a qual desejamos pesquisar. Algumas das opções disponíveis atualmente são: culturas temporárias e permanentes, demografia, desenvolvimento humano, educação, estabelecimentos agropecuários, irrigação, população, PIB, etc. Para este exemplo escolheremos DESENVOLVIMENTO HUMANO.

No campo Variáveis selecionamos o dado que desejamos extrair. Neste exemplo selecionamos Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – Dimensão Longevidade.

Em Nome personalizado da variável digitamos uma palavra ou conjunto de palavras que resumam o nome da variável. O que digitarmos aqui aparecerá na legenda do mapa. Caso não seja preenchido, aparecerá escrito na legenda “Minha pesquisa”. Aqui colocamos IDHM – Longevidade.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

É possível ainda nesta etapa identificar o ano para o qual desejamos que sejam exibidos os dados. Aqui escolhemos o ano de 2010.

Outra possibilidade é visualizarmos os dados para todas as cidades do Semiárido ou selecionar apenas algumas das porções regionais, ou ainda apenas a lista de alguns municípios. Caso não queira aplicar alguma Filtro, clique em Gerar Resultado.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

3° PASSO: Na etapa da matriz de dados são exibidos dados em forma de planilha, disponível para download no formato XLS a partir da opção Exportar para Excel.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro - SIGSAB

4° PASSO: Por fim, clique em Gerar Mapa ou clique em Mapa do Semiárido. Explore os recursos do mapa interativo, desenvolvido com o i3Geo (clique na imagem para ampliar).

i3Geo: Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

O que acharam desta nova ferramenta integrada ao uso de Geotecnologias? Certamente ela será muito útil nas pesquisas relacionados com o Semiárido em seus mais diferentes aspectos. O SIGSAB conta com diversas outras funcionalidades, voltadas para outros projetos do Insa.

Há diversos dados disponíveis para download no formato shapefile e muitas publicações, com diferentes focos, em formato PDF.

Para mim, Anderson Medeiros, foi um grande prazer participar da equipe responsável pelo desenvolvimento do Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro.

Acessem a ferramenta e fiquem à vontade para dar suas sugestões de melhora, bem como fazer seus comentários sobre o SIGSAB.

Leia as seguintes matérias relacionadas com este tema:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

 

Sobre Anderson Medeiros 984 Artigos
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

1 Comentário

  1. Olá Anderson!
    Dá para usar localização por gps num sistema como esse?

    Att,
    Everton
    Serrinha-BA

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*