Geotecnologias para o Semiárido Brasileiro: SIGSAB

SIGSABO Semiárido brasileiro se estende por oito Estados da região Nordeste mais o Norte de Minas Gerais, totalizando uma extensão territorial de 980.133,079 km2 distribuídos em 1.135 municípios. O Instituto Nacional do Semiárido (Insa) teve o prazer de lançar neste dia 28 de abril o Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB). Conheça agora o sistema, em especial sobre a aplicação desenvolvida com i3Geo.

CONHEÇA O SIGSAB

O SIGSAB (Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro) foi planejado para operar em uma amigável plataforma web onde o uso de suas ferramentas poderá possibilitar a realização de estudos e pesquisas que poderão contribuir na definição de políticas públicas, investimentos privados e públicos, planejamentos e no uso sustentável dos recursos naturais (Insa, 2014).

Conforme explicado no próprio site do projeto, o sistema terá dois módulos, um básico (já disponível para o público) e outro avançado (com lançamento previsto para julho deste ano).

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

O MÓDULO BÁSICO, apresenta linguagem simples e objetiva e permite ao usuário realizar consultas a uma variável por vez, seja de todos os municípios do Semiárido, de determinados espaços geográficos menor da região ou através da escolha dos municípios de interesse.

O MÓDULO AVANÇADO com uma linguagem mais técnica permitirá ao usuário realizar consultas mais elaboradas, através da seleção de um conjunto de variáveis, possibilitando o cruzamento entre elas, seja por meio de operadores lógicos ou matemáticos objetivando obter a variável “resultado”, seja dos 1.135 municípios da região semiárida, de determinados espaços geográficos da região ou através da escolha dos municípios de interesse.

A seguir apresentaremos um breve tutorial que ilustra o funcionamento do módulo básico do SIGSAB.

COMO USAR O SIGSAB

Neste exemplo temos como objetivo obter uma planilha e um mapa temático sobre a o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) para o ano de 2010 na dimensão Longevidade.

1° PASSO: Acesse o endereço do sistema [http://insa.gov.br/sigsab/] e clique na opção Módulo Básico, localizada na parte superior direita da página.

SIGSAB: Módulo Básico

2° PASSO: Teremos três etapas a cumprir. A etapa inicial é a Seleção de Dados.

Em Temas selecionamos a temática geral sobre a qual desejamos pesquisar. Algumas das opções disponíveis atualmente são: culturas temporárias e permanentes, demografia, desenvolvimento humano, educação, estabelecimentos agropecuários, irrigação, população, PIB, etc. Para este exemplo escolheremos DESENVOLVIMENTO HUMANO.

No campo Variáveis selecionamos o dado que desejamos extrair. Neste exemplo selecionamos Índice de Desenvolvimento Humano Municipal – Dimensão Longevidade.

Em Nome personalizado da variável digitamos uma palavra ou conjunto de palavras que resumam o nome da variável. O que digitarmos aqui aparecerá na legenda do mapa. Caso não seja preenchido, aparecerá escrito na legenda “Minha pesquisa”. Aqui colocamos IDHM – Longevidade.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

É possível ainda nesta etapa identificar o ano para o qual desejamos que sejam exibidos os dados. Aqui escolhemos o ano de 2010.

Outra possibilidade é visualizarmos os dados para todas as cidades do Semiárido ou selecionar apenas algumas das porções regionais, ou ainda apenas a lista de alguns municípios. Caso não queira aplicar alguma Filtro, clique em Gerar Resultado.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

3° PASSO: Na etapa da matriz de dados são exibidos dados em forma de planilha, disponível para download no formato XLS a partir da opção Exportar para Excel.

Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro - SIGSAB

4° PASSO: Por fim, clique em Gerar Mapa ou clique em Mapa do Semiárido. Explore os recursos do mapa interativo, desenvolvido com o i3Geo (clique na imagem para ampliar).

i3Geo: Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro (SIGSAB)

O que acharam desta nova ferramenta integrada ao uso de Geotecnologias? Certamente ela será muito útil nas pesquisas relacionados com o Semiárido em seus mais diferentes aspectos. O SIGSAB conta com diversas outras funcionalidades, voltadas para outros projetos do Insa.

Há diversos dados disponíveis para download no formato shapefile e muitas publicações, com diferentes focos, em formato PDF.

Para mim, Anderson Medeiros, foi um grande prazer participar da equipe responsável pelo desenvolvimento do Sistema de Gestão da Informação e do Conhecimento do Semiárido Brasileiro.

Acessem a ferramenta e fiquem à vontade para dar suas sugestões de melhora, bem como fazer seus comentários sobre o SIGSAB.

Leia as seguintes matérias relacionadas com este tema:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

 

One Comment on “Geotecnologias para o Semiárido Brasileiro: SIGSAB”

  1. Olá Anderson!
    Dá para usar localização por gps num sistema como esse?

    Att,
    Everton
    Serrinha-BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *