Como Usar o Complemento AutoTrace do QGIS

AutoTrace do QGIS

O QGIS disponibiliza diversas ferramentas para uma edição adequada das feições a serem trabalhadas pelo usuário. As opções para edição mais simples encontram-se embutidas na ferramenta “Digitalizar” e as mais avançadas na “Digitalização Avançada” e nas “Opções de ajuste“.

Este tutorial é um Guest Post elaborado por Vanessa Cecília Benavides Silva, natural de Santiago/Veráguas Panamá. Possui graduação em Geografia e Análise Ambiental (2011) e especialização em Gestão Ambiental e Geoprocessamento (2012), pelo UniBH. Atualmente é pesquisadora e consultora autônoma nas áreas de Geoprocessamento e análise ambiental. Tem experiência na área de Análise Ambiental e de Geoprocessamento, na elaboração de mapas em geral e de base de dados para projetos diversos e monitoria em SIG.

USO DO COMPLEMENTO AUTOTRACE

Para complementar essas ferramentas, existe o plugin AutoTrace que permite criar seguimentos a partir do tracejado de outra feição, de maneira que a nova feição siga o tracejado exato da feição de referência, evitando assim, possíveis erros topológicos.

Logicamente, o primeiro passo é instalar o plugin que será utilizado. Para isso, abrir o QGIS e acesse o seguinte caminho de menus:

  • Complementos → Gerenciar e Instalar Complementos → AutoTrace.

Insira o arquivo que será editado e o arquivo de referência. No exemplo a seguir, tem-se o shapefile dos limites dos bairros do município de Belo Horizonte e deseja-se digitalizar, em outro shapefile, a Lagoa da Pampulha (destaque em vermelho).

QGIS: Uso do Plugin AutoTrace

Deve-se configurar as opções de ajuste de edição em Configurações → Opções de ajuste.

A janela de Opções de aproximação é aberta e o usuário deve marcar a camada que será editada e a que servirá como referência, e indicar a Tolerância (recomenda-se entre 10 e 20 pixels).

QGIS: Janela - Opções de aproximação

Após esse procedimento, deixar editável as duas bases → ferramenta Digitalizar → Alternar edição.

A ferramenta AutoTrace ficará habilitada (na barra de ferramentas AutoTrace ou em Complementos → AutoTrace). Detalhe: a ferramenta só ficará habilitada se mais de uma feição estiver editável.

Na barra das camadas, clicar na camada que será editada (no presente caso Lagoa da Pampulha) e clicar na opção Adicionar feição Adicionar Feição no QGIS  da barra de ferramentas Digitalizar.

A ferramenta AutoTrace exige que o primeiro nó da feição seja inserido pelo usuário para que o restante do procedimento possa ser feito automaticamente.

Inserido o primeiro nó, clique na ferramenta AutoTrace, insira outro nó e clicar e segurar a tecla SHIFT (durante todo o procedimento), e, com o cursor do mouse, apenas acompanhar a borda do segmento de referência. Certifique-se de que o tracejado esteja sendo feito automaticamente pela ferramenta.

É necessário criar um vértice sempre que a nova feição encontrar com mais de um segmento da feição de referência, pois assim, o usuário estará “guiando” a ferramenta sobre a direção da feição que ela deve seguir. Logo, dar continuidade ao procedimento de seguir a feição com o cursor do mouse.

Como Usar o Complemento AutoTrace do QGIS

Para concluir a digitalização, clicar com o direito do mouse. Salvar a digitalização feita em Edições atuais  → Salvar para a camada selecionada.

QGIS: Uso do Plugin AutoTrace

Bom trabalho! Em caso de dúvidas, entrem em contato com a autora deste material.

DOWNLOAD DO TUTORIAL SOBRE PLUGIN AUTOTRACE

Este tutorial está disponível em PDF. Para baixar o arquivo, clique no link abaixo:

Confira também as seguintes dicas que publicamos recentemente relacionadas com o QGIS, seus usos e aplicações:

Por favor, compartilhe este conteúdo entre seus colegas nas redes sociais e deixe seus comentários.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Sobre Anderson Medeiros 988 Artigos
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

2 Comentário

  1. Carina Barbosa Colman disse:

    Boa tarde, muito boa essa novidade do Qgis, porém não tive bons resultados. Assim que inseri o primeiro nó e cliquei no ícone do AutoTrace apareceu a informação “AutoTrace: None of the enabled layers have snapping enabled – AutoTrace needs snappable layers in order to trace.” Já ativei o snap das camadas (aqui aparece “Modo de Atração: Todas as camadas”), enfim, não sei o que pode ser.
    Mas o tutorial está ótimo, assim como os demais, parabéns!

    • Você ativou as duas camadas para a edição???

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*