Lançada Revista FOSSGIS Brasil: Georreferenciando o Conhecimento

Com certeza esta é uma das postagens mais esperadas pelos leitores nas últimas semanas. Chegou a hora de acabar com o mistério e revelar o que realmente é o projeto FOSSGIS Brasil. Muitos apostaram que seria um evento, um novo software livre ou mesmo uma organização, mas ninguém chegou a acertar o que realmente é este projeto.

Nos anos mais recentes as Geotecnologias Livres têm crescido e se destacado como uma sólida opção no mercado corporativo, e com isso houve um aumento na procura por essas ferramentas. Hoje existem diversos blogs, listas de discussão e fóruns em português que tratam de diversos tópicos relacionados e prestam suporte gratuito a essas tecnologias. Porém até hoje não existia uma revista especializada nas Geotecnologias Livres.

Com esse intuito nasce a Revista FOSSGIS Brasil, na busca de preencher essa lacuna existente. Para viabilizar este projeto alguns dos principais nomes do cenário das Geotecnologias Livres se uniram para criar um material de alta qualidade, basesado nos princípios do software livre.

Revista FOSSGIS Brasil

Nesta primeira edição falaremos sobre iniciativas como o OL4JSF, um projeto 100% brasileiro, que já está fazendo sucesso lá fora. Além dos padrões OGC, a história da Geotecnologias Livres, um raio-x do projeto gvSIG, aplicativos GIS para dispositivos móveis, entre outros. Há também nesta edição uma entrevista exclusiva com Gilberto Câmara, diretor geral do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

A revista é inteiramente grátis, sem necessidade de se realizar cadastros, pagar taxas ou algo do gênero. Para obter o seu exemplar da revista acesse nosso site oficial (http://www.fossgisbrasil.com.br/) e realizar o download na seção correspondente.

Você também pode fazer o download direto da primeira edição da Revista FOSSGIS Brasil clicando aqui.

Um outro recurso oferecido pelo site deste projeto é o Planeta FOSSGIS Brasil, o primeiro agregador de conteúdo sobre Geotecnologias brasileiro.

Como declara nosso slogan, nossa meta com esta revista é estar georreferenciando o conhecimento. Consideramos o lançamento deste primeiro número como o nascimento de uma nova referência para o conhecimento geográfico.

O que acharam do lançamento do Projeto FOSSGIS Brasil? Esperamos que você goste desta nossa iniciativa.

Deixem seus comentários sobre a Revista FOSSGIS Brasil.

@ClickGeoCurta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

10 Comments on “Lançada Revista FOSSGIS Brasil: Georreferenciando o Conhecimento”

  1. Olá Anderson, Fiquei muito feliz pela iniciativa e pela otima qualidade do material publicado na revista fiz download, já imprimir muito show, parabéns a todos que participaram e contribuíram para essa edição e ideia muito boa mesmo, genial.
    Mas só agora vim postar um comentário. estou utilizando também agora além das plataformas ESRI, ERDAS, o spring, Qgis, gvGis software (SL) e são otimos.
    Abraços, Anderso
    Felicidades nesse projeto.

  2. Parabéns, a revista está muito boa!
    Belo visual, uma verdadeira “seleção brasileira” escrevendo as matérias.
    Parabéns à toda equipe.

  3. Primeiramente parabéns pela revista.
    Vai ser de grande ajuda pra quem está interessado em áreas do Geoprocessamento como eu, além disso, uma forma bacana de ficar por dentro do que está acontecendo nessas áreas.

    Parabéns.

  4. Murilo Cardoso disse:

    Incrível!
    Que iniciativa importante e pioneira!
    Estou muito contente com essa notícia.
    Qual a periodicidade prevista para a revista?

    1. Oi Murilo, fico muito feliz por saber que você gostou da notícia. Inicialmente a periodicidade vai ser trimestral.
      Abraço!

  5. Parabéns!
    Idéia genial!
    Como só tem fera na equipe, a revista será referência em breve.
    Fico feliz pelo crescimento da área.
    A idéia do planeta FOSSGIS também é perfeita.
    Abç.

    P.S.: Assim que eu tiver um tempo, farei um artigo

    1. Obrigado pelos elogios Patrick. Ficamos desde já aguardando seu artigo! Continue postando seus commentários e impressões sobre a revista.
      Grande Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *