O que é a Extensão Sextante?

Se você trabalha com softwares livres para Sistemas de Informação Geográfica (SIG), principalmente com os desenvolvidos em Java, é provável que já tenha pelo menos ouvido falar na extensão ou módulo Sextante. Você sabe o que é qual a finalidade deste recursos tecnológico para ambiente SIG? Nesta matéria vamos tratar desse assunto que tem grande importância para aqueles que trabalham com Geoprocessamento.

O QUE É O MÓDULO SEXTANTE

Extensão Sextante

A extensão ou módulo Sextante estende as funcionalidades do programas de SIG em centenas de ferramentas para uma poderosa manipulação e processamento de dados geoespaciais, tanto em formato vetorial como raster (matricial) e tabelas.

O Sextante disponibiliza ferramentas para análise robusta de dados matriciais, para análise hidrológica, para análise de proximidade, análise de custos, análises estatísticas, lógica fuzzy, análises de terreno, geoestatística, processamento de imagens, análise de paisagem, interpolação, manipulação de dados vetoriais, análises de visibilidade, vetorização, entre outros campos de atividade.

A imagem abaixo ilustra a interface do Sextante no ambiente do gvSIG.

Sextante gvSIG

O usuário do programa tem então a liberdade de usar o módulo para definir e gerar modelos gráficos para processamento em lote de dados geográficos, possibilitando desta forma, a materialização de processos metodológicos de manipulação de dados e produção de informações geoespacial.

SOFTWARES DE SIG QUE USAM O SEXTANTE

Diversos programas de SIG utilizam o módulo Sextante. Entre esses podemos destacar gvSIG, Kosmo GIS, OpenJUMP, Quantum GIS e ArcGIS (isso mesmo, um software comercial também pode usar o Sextante). Na internet há diversos tutoriais sobre uso desse conjunto de algorítmos.

Destaco abaixo apenas 10 dos muitos links sobre isso:

Qual tem sido sua experiência com o Sextante? Tem alguma dúvida sobre ele? Deixem seus comentários.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *