Como Fazer Mapas Temáticos no Diva-GIS

Tutorial: Como Fazer Mapas Temáticos no Diva-GIS

O Diva-GIS apesar de não ser muito popular no Brasil é um software para Sistemas de Informações Geográficas (SIG) bastante interessante. Na verdade, ele é um desktop GIS que favorece uma utilização bastante intuitiva. Este tutorial visa ensinar como os usuários podem atender uma das demandas mais comuns em Geoprocessamento: a geração de mapas temáticos.

CONHEÇA MELHOR O DIVA-GIS

A imagem abaixo ilustra a interface do software Diva-GIS, em sua versão 7.5.0. Como já explicamos em outro artigo, ele é considerado um aplicativo ideal para se trabalhar em projetos que envolvam o mapeamento e análise de dados de biodiversidade como a distribuição das espécies através do módulo BIOCLIM.

Interface Diva-GIS

Nos links a seguir você poderá verificar o que já publicamos em nosso site sobre este programa.

Agora, no presente tutorial, vamos aprender como preparar mapas temáticos, tomando por exemplo um mapa qualitativo. Neste caso, vamos mapear as mesorregiões do estado do Maranhão.

MAPAS TEMÁTICOS NO DIVA-GIS

Para iniciar a composição do seu mapa temático temos que carregar o dado geográfico na tela de visualização do programa, acesse o menu Layer → Add Layer.

Como adicionar camadas no Diva-GIS

Por padrão, quando carregamos uma camada geoespacial no Diva-GIS ele aplica um visual com preenchimento dos polígonos com a cor branca (ou transparente) e linhas de contorno em preto.

Clique no nome da camada com o botão direito e escolha a opção Properties. Outra opção para fazer este procedimento e dar um duplo clique sobre no nome do layer.

Como Fazer Mapas no Diva-GIS

Na janela de propriedades da camada são indicados os seguintes metadados: nome que a camada está aparecendo na tela do software, caminho (fonte dos dados), tipo de geometria e retângulo envolvente do dado visualizado.

Note que abaixo dos metadados temos temos abas: Single, Unique e Classes. Vamos acessar a aba do meio, pois nosso mapa é qualitativo. Para mapas quantitativos, usaríamos a terceira.

Fazer Mapas no Diva-GIS

Já na aba central (Unique) indicamos o nome da coluna da tabela de atributos que será usado para o mapeamento. Para este caso específico onde vamos fazer um mapa sobre as mesorregiões, o nome do campo é NOMEMESO.

Depois, clique em Reset Legend. Em seguida, clique em Apply para que sejam aplicadas as alterações.

Mapas no Diva-GIS

Inicialmente, aparecerão as diferentes classes temáticas para aquele dado, mas todas com a mesma simbologia. Para começar a mudar este aspecto visual, clique duas vezes em cada uma das classes.

Guia Prático sobre Geração de Mapas no Diva-GIS

Será aberta a janela Simbol. No parâmetro Style, por padrão, está selecionada a opção No Fill. Troque para Solid Fill.

Depois, clique no quadro que indicar a cor de preenchimento (Color).

Guia Prático sobre Geração de Mapas Temáticos no Diva-GIS

Será aberta uma palheta de cores onde você pode selecionar manualmente a cor que você deseja ou informar um código específico, como o código RGB da cor.

Depois clique em OK e ao voltar para janela anterior, clique novamente em OK.

Guia Prático sobre Geração de Mapas Temáticos com Diva-GIS

Repita o procedimento para cada uma das classes de seu mapa temático, escolhendo as cores mais adequadas para aplicação de seu produto cartográfico. Para finalizar, clique em Apply.

Como Fazer Mapas Temáticos com o Software Diva-GIS

Veja na imagem a seguir o resultado dos procedimentos demonstrados neste tutorial.

Como Fazer Mapas Temáticos no Diva-GIS

Você já conhecia o Diva-GIS? Já o utilizou em seus projetos? Aguardamos os seus comentários.

Sobre mapeamento temático, as dicas a seguir podem ser de seu interesse:

Fiquem à vontade para sugerir ou mesmo pedir temas para publicação em nosso portal. Queremos publicar conteúdo que seja realmente útil para nossos leitores.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

2 Comentários


  1. Oi Anderson, tudo bem? Parabéns pelo site. Tem ótimas informações e estão me ajudando bastante!! 😉
    Sou Bióloga e tenho trabalhado com dados de distribuição de espécies de minhocas marinhas ao longo de todo o oceano atlântico sul ocidental.
    Eu crio um shapfile com a minha matriz de ocorrências e consigo fazer alguns testes, mas não sei como colocar esses dados dentro de um mapa.
    Logicamente, meus dados vão ficar fora do espaço dos continentes e países, pois estamos falando de oceano. Mas eu precisaria de um shapfile da América do Sul, por exemplo, pra poder verificar como está a distribuição desses dados.
    Onde eu consigo esse shapfile? Ou como crio? Por exemplo, esse do Maranhão que vc usou no exemplo desse artigo veio de onde? Vc criou?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *