9 Maneiras de colaborar com um Projeto Open Source GIS!

9 Maneiras de colaborar com um Projeto Open Source GIS!

Você trabalha com softwares livres para Geoprocessamento? Sabia que há muitas maneiras de contribuir com os projetos dos programas computacionais com os quais costuma desenvolver suas atividades? Confira agora algumas das formas de fazer isso e analise se sua situação o permite colaborar para melhoria de suas próprias ferramentas de trabalho!

1. DESENVOLVENDO O SOFTWARE

Se você domina a linguagem de programação na qual seu software é desenvolvido (Java, C, PHP, etc) poderá se apresentar como um colaborador do código do programa ou mesmo desenvolver plugins (extensões) para o aplicativo.

Como exemplo, podemos citar o Quantum GIS (QGIS), um dos mais populares softwares para Sistema de Informações Geográficas (SIG) e que, por conta da contribuição de usuários desenvolvedores está se tornando cada vez mais robusto e completo. Leia mais sobre o QGIS, seu desenvolvimento e complementos nas matérias abaixo listadas:

Mas e se você não é um programador, um desenvolvedor, será que ainda é possível contribuir com um projeto open source GIS? Sim, e de muitas mandeiras.

2. SE INFORME DO QUE O PROJETO PRECISA

Para se nortear quanto à como você pode ser mais útil para o projeto poderá se informar sobre isso nos sites, o oficial ou de colaboradores já atuantes. Citando mais uma vez o caso do QGIS, tanto no portal matriz do sistema como no sítio da comunidade brasileira há informações sobre como colaborar com o projeto QGIS.

Colabore com a Comunidade Quantum GIS BRASILAo clicar na imagem acima, você será direcionado para a página do site QGIS Brasil onde há indicação de 7 (sete) maneiras específicas de como colaborar com este projeto da comunidade não apenas brasileira, mas internacional.

3. DOAÇÕES MONETÁRIAS

Não é por que um software é livre que seu desenvolvimento e aprimoramento não acarreta em nenhum custo. Portanto, se eu utilizo o programa e até “lucro” com seu emprego em meus projetos, nada mais justo do que fazer doações para seu crescimento. Concordam?

No caso do QGIS e de outros programas é fácil localizar em seu site um ícone indicando como fazer doações ao projeto, conforme ilustrado nas imagens abaixo.

Financiando o projeto

4. PARTICIPAR DE FÓRUNS E LISTAS DE DISCUSSÃO

Projeto open source costumam ter pelo menos uma lista de discussão ou fórum nos idiomas principais. Você poderá tirar uma “carga de trabalho” dos desenvolvedores por ajudar a responder as perguntas postadas nesses fóruns ou listas. Assim, você tanto colabora com outros usuários como aumenta seus conhecimentos sobre a ferramenta.

Canecas Personalizadas com Temas GeográficosContinuando nosso exemplo com o caso do QGIS, sua lista de usuários (em português) é uma das mais ativas, já com mais de 1.500 membros. Se ainda não fez seu cadastro, recomendo fortemente que o faça!

5. ESCREVER BONS RELATÓRIOS DE BUGS

Software com BugSe você tiver problemas com um aplicativo open source para Geoprocessamento é interessante que você relate o possível bug. Não basta dizer apenas que “ocorreu um erro” ou que “a ferramenta não funciona”.

Um bom relatório de bug inclui uma detalhada descrição das possíveis mensagens de erro, dos procedimentos realizados pelo usuário e de outas informações que ajudarão a avaliar se realmente ocorreu uma falha no código do programa.

A elaboração de bons relatórios de bugs é especialmente útil se você está testando a última versão de desenvolvimento do software. Você pode ajudar a eliminar os bugs antes deles ser integrados (como um “parasita”) na versão estável.

No caso do QGIS, os bugs podem ser relatados através de uma página específica do site oficial. Acesse:

6. TRIAGEM DE BUGS

Esse ponto é logicamente a sequência do anterior. Com todos esses aparentes erros sendo arquivados, alguém tem que fazer uma triagem deles, confirmar se eles são problemas reais.

Você pode ser ótimo em reportar bugs, mas nem todo mundo é. Alguns dos erros informados podem ter sido apenas falhas do usuário, que por algum motivo não soube realizar a tarefa. Assim, considere a possibilidade de ser um voluntário em testar se o bug realmente existe.

7. ESCREVA DOCUMENTAÇÃO

Com certeza você fica bastante contente quando seu software de trabalho possui uma vasta documentação. Infelizmente ocorre ainda de excelentes programas serem carentes neste ponto. Assim você pode colaborar escrevendo tutoriais não oficiais (escritos ou em vídeo) e divulgando na rede. Há na internet um grande número de blogs sobre Geotecnologias e que, em sua maioria, publicam regularmente tutoriais sobre diversos programas para Geoprocessamento, inclusive softwares open source.

Poderá ainda ser voluntário, dependendo do projeto, em ampliar a documentação oficial já existente. Mais uma vez mencionando como exemplo o projeto QGIS: recentemente foi lançado o guia completo do usuário em português, isso como fruto de um esforço coletivo onde profissionais que fazem uso do programa desenvolveram a documentação. Veja mais detalhes sobre este feito em:

8. TRADUÇÃO DO SOFTWARE

Mesmo que você não tenha conhecimento de como alterar os códigos fonte de um programa, poderá contribuir com a tradução dele por sugerir termos em seu idioma que seriam traduções adequadas para as palavras usadas na versão original do software.

Tradução de Software

Se o aplicativo já está em fase de tradução, você pode indicar erros, mesmo que sejam de digitação. Há um tempo o software gvSIG trouxe um erro de tradução e digitação do termo inglês “print” (relacionado com impressão), no menu correspondente aparecia escrito “impreção”! No caso do já bem citado Quantum GIS, considera-se que sua interface padrão já está 100% traduzida para o português.

9. GRÁFICOS e DESIGN

Se você domina programas utilizados para geração de arte gráfica (proprietários ou livres) poderá contribuir por preparar folders, banners de divulgação, logos e outos gráficos que tornem o sistema mais conhecido. Alguns projetos abrem até concursos para escolha do melhor splash screen (tela de inicialização) para as novas versões softwares.

CONTRIBUA!

Citamos aqui apenas 9 das formas mais comuns em que podemos dar nossa contribuição aos projetos open source. Você pode colaborar de alguma das maneiras citadas para o crescimento dos seus programas preferidos? O conteúdo deste artigo é baseado, em parte, em uma matéria (em inglês) sobre como colaborar com projetos open source de forma geral, mesmo sem ter conhecimento de programação. Recomendo a leitura dele como forma a complementar o que tratamos aqui.

O que acharam dos pontos levantados nesta nossa matéria? Deixem seus comentários!

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

3 Comentários


  1. Olá Anderson, tudo bem? Escrevo de Portugal, procuro desenvolver o Quantum GIS em Portugal, pelo que procuro um programador que o conheça no sentido de o poder tornar numa aplicação fechada com alguns indicadores definidos e criar um processo de instalação fechado. Acha que me pode ajudar sff?
    Fico a aguardar,
    Obrigado
    C a r l o s T a v a r e s
    0 0 3 5 1 . 9 6 9 5 1 6 0 0 9

    Responder

  2. Muito boa iniciativa Anderson. Poderíamos dar uma cara mais QGIS e publicar direto no blog da comunidade.
    Orientações claras e objetivas.
    Parabéns!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *