Google Earth Aplicado a Pesquisa e Ensino da Geomorfologia

Google Earth GeomorfologiaO conjunto de ferramentas disponibilizadas atualmente pelo Google Earth oferece recursos para mapeamento, importação e exportação de dados geográficos, bem como visualização detalhada em 3D de praticamente toda a superfície emersa do planeta através de imagens orbitais de alta resolução. Aqui indicarei um artigo que aborda seu uso do ensino da Geomorfologia.

OS OBJETIVOS DESTE ARTIGO SOBRE GOOGLE EARTH

Google Earth Aplicado a Pesquisa e Ensino da GeomorfologiaRecomendamos o estudo do artigo Google Earth Aplicado a Pesquisa e Ensino da Geomorfologia. A publicação tem por objetivo apresentar o contexto histórico de criação do software, suas ferramentas de análise, observação, seu potencial de utilização neste contexto.

O artigo contribui para reflexões sobre a utilização de novas mídias na Geomorfologia e foi publicado na Revista de Ensino de Geografia.

Dicas de leitura adicional:

GOOGLE EARTH PARA ESTUDO DA GEOMORFOLOGIA

O autor, Raphael Nunes de Souza Lima, mestre em Geografia com ênfase em Gestão e Planejamento Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, destaca quais seriam os principais recursos do globo virtual da Google para ensino e pesquisa da Geomorfologia:

Google Earth Aplicado a Pesquisa e Ensino da Geomorfologia

  • Imagens Históricas
  • Visualização 3D
  • Mapeamentos
  • Importação e exportação de dados para SIG
  • Perfis de elevação

DOWNLOAD DO ARTIGO

Para fazer o download da publicação completa, acesse o link abaixo:

 É muito bom ver que a popularização do Google Earth extrapolou seus objetivos iniciais de posicionamento de informações geográficas e identificação de rotas. Atualmente já é uma realidade a utilização dos recursos disponíveis no programa para fins comerciais, de pesquisa e ensino.

Nos links abaixo você encontra mais material sobre Google Earth:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

15 Comentários


  1. Gostaria de de ir ao IV Colóquio, mais fiquei muito indecisa faço Geoprocessamento no IFPB, mas como está muito em cima a data, a “verba=dindin” me falta. Mas Anderson deveríamos tentar providenciar um desses encontros aqui. Abraços e sucessoooo na palestra.

    Responder

    1. Obrigado Denize. Pois é, outras colegas suas já comentaram aqui no Blog sobre o interesse de realizar um evento neste sentido aqui em João Pessoa.
      Um Abraço!

      Responder

  2. To aqui, pela primeira vez olhando seu blog e estou adorando! Sou aluna do curso de geoprocessamento do IFPB e vou esta nesse evento, gostaria muito de participar de sua palestra.

    Responder


  3. Há alguma forma de alunos de graduação de outros estados conseguirem uma ajuda para participar do evento? Sou aluno da UFMG, infelizmente não tenho condições financeiras de realizar uma viagem dessas, mas, com algum tipo de bolsa, seria muito interessante participar do evento.

    Responder

      1. Obrigado, vou olhar com eles.
        Também vou dar uma olhada na UFMG. Sou aluno de Matemática Computacional e estou iniciando agora meus estudos com GeoInformação, acho uma área muito promissora. Parabéns pelo seu blog.

        Responder

  4. Parabéns Anderson. Neste período vou a Recife fazer uns contatos profissionais. Quero ver sua apresentação.

    Responder

    1. Grande Esdras! Será um prazer lhe conhecer pessoalmente no evento.
      Saber de sua presença já aumenta ainda mais minha responsabilidade 😀
      Grande Abraço!

      Responder

  5. Muito bom, Anderson.
    Queria ter a oportunidade de assistir sua palestra e participar do evento. Mas, Pernambuco é muito longe de Goiás xD
    PS: Gostei do seu post sobre o Qwiki, tinha postado no meu blog essa notícia tb, mas confesso que o seu teve mais qualidade.

    abs!

    Responder

        1. Vou dar uma olhada com calma em seu blog e fazer uma divulgação. Há muitos excelentes blogs sobre Geotecnologias espalhados pela web brasileira! E que venham mais!
          Infelizmente, creio que não poderei estar presente neste congresso em Curitiba, mas sei de amigos meus que estarão por lá.
          Abraço!

          Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *