Geoprocessamento contra o Crime

Como os seguidores do meu Twitter devem ter ficado sabendo, na noite da última quarta-feira, 22 de setembro, eu fui assaltado. Eu estava de carona na moto do meu grande amigo Marcio. Quando paramos de frente ao portão da casa de um colega nosso, dois elementos em moto pop preta, armados com um revólver calibre 38, nos abordaram e levaram nossos celulares e o veículo do Marcio. Graças a Jeová Deus nada de mais grave ocorreu, nossa integridade física foi preservada e  na mesma noite conseguimos recuperar a moto.

Este episódio serviu de motivação para postar esta breve matéria sobre como o Geoprocessamento pode ser uma poderosa “arma” para combater o crime, em especial no aspecto da análise da dinâmica criminal.

Vamos começar comentando sobre uma importante ferramenta de fácil acesso e que vem contribuindo neste sentido, em seguida vou indicar para vocês a leitura de bons artigos e materiais sobre este assunto.

WikiCrimes

WikiCrimes

Uma ferramenta online que tem contribuído bastante para o mapeamento de ocorrências criminais é o WikiCrimes. Através desta aplicação, as ocorrências criminais podem ser espacializadas diretamente em um mapa. Por sinal, o Luiz Sadeck já escreveu uma postagem sobre esse tema.

O objetivo é que as pessoas se cadastrem e apontem locais onde foram vítimas de roubo, furto ou violência física, criando um mapa da violência. As informações ficam armazenadas no WikiCrimes, que exibe através do Google Maps uma visualização das áreas mais perigosas de todas as cidades do Brasil.

Se você já sofreu com a violência, colabore fornecendo os devidos dados ao WikiCrimes. Eu já cadastrei o meu caso!

O processo de locação dos pontos onde ocorreram os crimes conta com uma confirmação por outras pessoas que tiveram alguma ligação com o crime (vitimas, testemunhas, etc) aumentando assim a credibilidade da informação cadastrada. Quando clica-se em um dos “alfinetes” no mapa, é exibido um selo informativo sobre este indicador da veracidade da informação.

O slogan do projeto é “Compartilhe informações sobre crimes. Saiba onde não é seguro!”. O idealizador do WikiCrimes foi professor Vasco Furtado, da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Abaixo, você pode conferir o vídeo oficial sobre o WikiCrimes.

Pesquisando na internet você encontrará também várias referências ao software TerraCrime, uma aplicação baseada na biblioteca TerraLib, mesma utilizada na construção do TerraView. O programa também tinha por finalidade mapear áreas de incidência criminal, mas sinceramente tenho dúvidas se ele continua a ser desenvolvido. Você tem informações atualizadas sobre ele?

Dinâmica Espacial Criminal

Agora vou indicar para vocês um excelente artigo sobre dinâmica espacial de ocorrências criminais.

Há alguns meses o Adriano Hantequeste Gomes, escreveu o excelente artigo “Dinâmica Espacial Criminal: Entendendo o comportamento geográfico e temporal da criminalidade”. A matéria está disponível no Blog Geo.NET dividido em duas partes (Parte 1 / Parte 2).

Leia também a apresentação de minha palestra sobre o assunto:

Então é isso pessoal, vou ficando por aqui. Deixo o incentivo que colaborem com o WikiCrimes caso já tenham sido vítimas de alguma forma de violência e também que leiam os artigos indicados acima.

Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

9 Comments on “Geoprocessamento contra o Crime”

  1. Vagton Leonardo disse:

    Anderson, boa noite, tudo bem?

    Lamento muito isso que aconteceu. Mas com a Graça de Deus, nada demais fisicamente aconteceu à vocês. Vamos em frente que estamos famintos de conhecimentos de forma sucinta e profissional. Meus parabéns!

    E admiro sua humildade no ensinamento. Que sabe muito e quando não, simplesmente é sincero em dizer que não tem o conhecimento suficiente, mas se dispõe a indicar onde está, sem nenhuma vaidade.

    A paz seja contigo!

    * Tenho aprendido muito com suas dicas e estou utilizando no trabalho. Geoprocessamento de Intervenções Ambientais – Região Rio Doce – Minas Gerais.

    Abraços,

    Leonardo

    1. Olá Leonardo, como vai?
      Realmente na época (2010) esse assalto foi um susto grande. Graças a Jeová Deus, nada de mais grave aconteceu.
      Bom ter você visitando o site.
      Forte abraço e obrigado pelo comentário e elogios.

  2. Mayara Pontes disse:

    Ok,Anderson,valew!
    Eu tentei entrar e deu erro.
    Eu estou tentando desenvolver alguns trabalhos nessa área de mapeamento de crimes,se caso tiver algun link bacana,e puder me enviar agradeço ta.
    um abraço!

  3. Mayara Pontes disse:

    Olá Anderson,tudo bem?
    Ainda em relação á crimes,voçê sabe algo em relação ao um software chamado TerraCrime do ministério da justiça?procurei algumas coisas,mas na verdade eu gostaria de baixar o programa e não sei onde.Se souber me manda tah!
    um abraço.
    até mais..

  4. Caro Anderson, lamento pelo que aconteceu mas fico feliz que nada tenha acontecido a vocês.

    Quando tive meu carro roubado, também postei no wikicrimes.

    parabéns, o blog ta cada vez melhor.

    1. Olá Gustavo,
      Obrigado por seu comentário e elogios. Realmente, agradeço muito a Deus por nada de mais grave ter ocorrido, afinal um ex-colega de Universidade foi assassinado numa situação bem parecida.
      Conto sempre com suas visitas. Abraços.

  5. Sinto muito pelo que ocorreu com você, mas que bom que estão bem.
    Parabéns pelo blog, suas matérias têm me ajudado a entender melhor as diversas aplicações do Geoprocessamento.
    Aquele abraço.

    1. Olá Diego, tudo tranquilo?
      Pois é, até desses episódios desagradáveis podemos ver aplicações do Geoprocessamento. Agradeço a preocupação. Seja bem vindo ao blog.
      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *