Entenda a INDE e a CONCAR

Um dos assuntos mais discutidos este ano foi o lançamento oficial da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE). Você já entende os objetivos da INDE? Como você pode se beneficiar dela?

Conforme explicado no site oficial, a INDE foi instituída pelo Decreto Nº 6.666 de 27/11/2008 e nasceu com o propósito de catalogar, integrar e harmonizar dados geoespaciais existentes nas instituições do governo brasileiro, produtoras e mantenedoras desse tipo de dado, de maneira que possam ser facilmente localizados, explorados e acessados para os mais diversos usos, por qualquer cliente que tenha acesso à Internet.

A idéia é catalogar os dados espaciais através dos seus respectivos metadados, publicados por seus produtores e/ou mantenedores. Os principais objetivos da INDE são:

  • Promover o adequado ordenamento na geração, armazenamento, acesso, compartilhamento, disseminação e uso dos dados geoespaciais;
  • Promover a utilização, na produção dos dados geoespaciais pelos órgãos públicos das esferas federal, estadual, distrital e municipal, dos padrões e normas homologados pela Comissão Nacional de Cartografia (CONCAR) e
  • Evitar a duplicidade de ações e o desperdício de recursos na obtenção de dados geoespaciais, por meio da divulgação da documentação (metadados) dos dados disponíveis nas entidades e nos órgãos públicos das esferas federal, estadual, distrital e municipal.

Um dos recursos mais interessantes da INDE é o Banco de Metadados Geoespaciais, que pode ser acessado neste endereço.

Para entender melhor o funcionamento da INDE, assista o vídeo abaixo.

A CONCAR é um órgão colegiado do Ministério do Planejamento que tem como suas atribuições:

  • Assessorar o Ministro de Estado na supervisão do Sistema Cartográfico Nacional (SCN);
  • Coordenar a execução da Política Cartográfica Nacional e
  • Exercer outras atribuições nos termos da legislação.

A INDE vem gerando polêmica em alguns aspectos. Por exemplo, o ponto do plano onde apenas o software Geoserver foi citado como recomendado para a estruturação dos participantes da INDE, em detrimento de outros softwares livres como MapServer e TerraLib. Para entender melhor esta discussão, leia este artigo.

Fica então o incentivo para que cada vez mais pessoas e instituições colaborem com a INDE brasileira, que infelizmente ainda não está a pleno vapor no que diz respeito aos contribuidores.

Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

5 Comments on “Entenda a INDE e a CONCAR”

  1. Sívori Sarti da Silva disse:

    Anderson, tu conheces algum artigo ou alguma norma que trate da política de disponibilização de dados geográficos de empresas públicas.
    Preservação de dados. Quais os dados que devem ser sigilosos?
    Venda de dados. Publicação na internet.
    Alguma coisa deste gênero.
    Se tiveres alguma sugestão, favor me informar.
    Abraço.

  2. Outro ponto importante é a retomada das atividades nos Fóruns regionais da CONCAR. Esses fóruns visam discutir e concentrar as demandas regionais e encaminhá-las a plenária da CONCAR. Atuando, também como fórum de articulação institucional entre os Estados para as atividades relacionadas a geoinformação e cartografia. Enfim, com essa nova agenda da CONCAR, espero que tenhamos muito trabalho e muitos avanços na área de geoinformação.

  3. Luiz Alberto disse:

    Muito Interessante, ufa, assim fica melhor pesquisar.

  4. Anderson Silva disse:

    legal o vídeo. Mas será que tem sido isso tudo mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *