Livro Gratuito sobre Análise Espacial do Crescimento Econômico

Geoprocessamento e R$Crescimento econômico no estado de São Paulo: uma análise espacial. Este é o tema  de um excelente livro digital gratuito que deve estar presente em sua biblioteca virtual. A publicação fornece uma revisão da abordagem clássica de Econometria Espacial e seu ordenamento sistemático. Todo o conteúdo do e-book, exceto quando houver ressalva, é publicado sob a licença Creative Commons Atribuição – Uso Não Comercial – Partilha nos Mesmos Termos 3.0.

ANÁLISE ESPACIAL DO CRESCIMENTO URBANO DE SÃO PAULO

Na atualidade, São Paulo é o estado economicamente mais importante do País, pois responde por algo em torno de 34% do PIB nacional, com uma população que representa aproximados 22% da população total brasileira.

No livro, escrito por Rodrigo de Souza Vieira, são abordados diversos fatores do crescimento econômico e dos desequilíbrios regionais no Estado de São Paulo entre 1980 e 2000.

Crescimento econômico no estado de São Paulo: uma análise espacial

A publicação foi fundamentada na teoria mainstream de crescimento econômico e nas teorias da localização, bem como nas contribuições da Nova Geografia Econômica, a obra relaciona o crescimento local com seus determinantes econômicos, sociais e geográficos, tais como educação, emprego e composição setorial.

Ferramentas fornecidas pela Econometria Espacial também foram aplicadas ao se inserir a geografia como determinante das taxas de crescimento dos municípios. Dessa forma, o livro fornece ainda uma revisão da abordagem clássica de Econometria Espacial e seu ordenamento sistemático.

A presença de clusters espaciais de crescimento e estagnação pode ser confirmada pelos resultados fornecidos pelo instrumental LISA (Local Indicators of Spatial Association). A metodologia LISA possibilita uma análise local do padrão espacial apresentado pelos dados, e leva em consideração a influência espacial em determinadas regiões, enquanto outras regiões não apresentam agrupamentos estatisticamente significantes.

Distribuição espacial das taxas de crescimento anuais dos municípios paulistas (média de 1980 a 2000).
Distribuição espacial das taxas de crescimento anuais dos municípios paulistas (média de 1980 a 2000).

A existência de uma área da Econometria denominada de Econometria Espacial se justifica, basicamente, por dois aspectos: o primeiro é a importância da questão espacial inerente à ciência regional, em particular, à economia regional. O segundo é que dados distribuídos no espaço podem apresentar dependência ou heterogeneidade em sua estrutura.

Faça o download do livro digital, com 107 páginas em seu formato digital (PDF e EPUB) a partir do link abaixo:

Curso Online de AutoCAD 2 D e 3D

O conteúdo do livro inclui os capítulos com o os seguintes títulos: Revisão de literatura, A abordagem clássica de Econometria Espacial, Descrição dos dados e Resultados econométricos.

Não deixe de ler as seguintes matérias que complementam o que disponibilizamos aqui nesta postagem:

Aguardamos os comentários de todos vocês sobre este material digital de grande qualidade.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Sobre Anderson Medeiros 984 Artigos
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

2 Comentário

  1. Laurindo Antonio da Silva disse:

    Prezado Prof. Anderson,

    Boa tarde, trabalho com fiscalização ambiental em Ribeirão Preto e tentamos instalar o i3Geo e não há meio de conseguirmos, acreditamos que esse programa será muito útil para nós aqui da Sec. do Meio Ambiente do município. O Sr. tem como nos ajudar???

    Att,

    Laurindo Antonio da Silva
    Ch da Fisc. Ambiental

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*