Desmistificando o Sensoriamento Remoto

Dica de Leitura de Artigo: A detecção remota, conhecida mais popularmente como sensoriamento remoto tem alcançado ao mesmo tempo uma massificação em sua utilização e um nível tecnológico sem precedentes.

Você gostaria de conhecer mais de perto esta Geotecnologia tão empolgante? Esta matéria destacará dois meios de fazer isso. Vamos juntos desmistificar o Sensoriamento Remoto.

1. CONHECER OS CONCEITOS

Esse é um tópico que sempre volto a comentar: A importância de se compreender bem os conceitos (princípios físicos e outros fundamentos científicos) relacionados com a tecnologia.

Para tal, uma dica é ler bons livros, inclusive e-books, sobre o tema. Acesse nos links abaixo alguns materiais que poderão lhe ajudar neste sentido.

Cado você tenha alguma dica de leitura relacionada com Sensoriamento Remoto e que não foi mencionada na lista acima, não exite de deixar sua sugestão nos comentários.

2. ARTIGO PUBLICADO NA FOSSGIS BRASIL

No quarto número da Revista FOSSGIS Brasil (pp. 38-42) há uma matéria que aborda diversos tópicos sobre Sensoriamento Remoto que você poderá achar interessante. A imagem abaixo está incluída no artigo.

Composição colorida

O objetivo do artigo não é explicar cada aspecto conceitual relacionado ao Sensoriamento Remoto, nem isso seria possível em vista da grande abrangência desta Geotecnologia. Ele se concentra nos seguintes pontos:

  • O que é sensoriamento remoto;
  • Dúvidas e confusões comuns sobre este tema;
  • Aplicações em projetos de Geoprocessamento;
  • Softwares livres e sensoriamento remoto.

Apenas a título de exemplo, no artigo você poderá conferir uma breve consideração sobre qual é o melhor satélite e diversas referências de conteúdo relevante sobre teledetecção. Para fazer o download da revista no formato PDF, clique no link a seguir:

Claro, não deixe de ler as outras matérias da Revista. Há um artigo, também de minha autoria, sobre o software Spring, do INPE, na coluna Desktop GIS.

Agradeço se deixarem seus comentários sobre o que acharam desta edição da Revista e do que nela foi publicado.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Sobre Anderson Medeiros 987 Artigos
Em 2017 foi reconhecido como o Profissional do Ano no Brasil no setor de Geotecnologias. Graduado em Geoprocessamento, trabalha com Geotecnologias desde 2005. Já ministrou dezenas de cursos de Geoprocessamento com Softwares Livres em diversas cidades, além de outros treinamentos na modalidade EaD. Desde 2008 publica conteúdo sobre Geoinformação e suas tecnologias como QGIS, PostGIS, gvSIG, i3Geo, entre outras.

9 Comentário

  1. ola tudo bem seu site é muito bom parabéns.
    Gostaria de saber se tem como mesclar uma imagem ndvi em um arquivo shp com vários polígonos no Qgis.
    E também como calcular a media dos pixel dentro desses polígonos.

  2. Juliana Carvalho disse:

    Olá! Tudo bem? Gostaria de parabenizar o site, especificamente este post. Tem me ajudado muito! Gostaria também de aproveitar e tirar uma dúvida: existe algum software livre pra sensoriamento remoto que funcione numa boa em um netbook (windows 7, RAM 2GB, 32bits)??

    • Oi Juliana,
      O QGIS e o Spring podem ser úteis para você, mas recomendo que aumente a memória de seu computador para pelo menos 4 GB de RAM.
      Abraço!

  3. Olá Anderson mais uma vez, infelizmente não consigo acessar nenhum dos seus materiais sobre sensoriamento remoto e geo…

  4. Murilo Cardoso disse:

    Excelente, matéria Anderson! Legal você unir todos os links em um post só. Pra quem está iniciando na área isso ajuda a se manter interessado. Muito bom!

    • Obrigado Murilo, pelo comentário e elogio.
      A idéia é essa, ajudar a agregar conteúdo. Forte abraçom e parabéns pelo seu blog!

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Desmistificando o Sensoriamento Remoto | Geoprocessing - Geoprocessamento | Scoop.it
  2. [Pacotão de Notícias - 24/02/12 à 01/03/2012] Geografia, Geotecnologias e Ensino | Murilo Cardoso

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*