5 Razões para Começar a Usar o QGIS

5 Razões para Começar a Usar o QGIS

Neste artigo abordaremos cinco motivos para começar a usar o software QGIS. Você verá que estes motivos, embora sejam básicos, são muito fortes!

MOTIVOS PARA UTILIZAR O SOFTWARE QGIS

O QGIS tem conquistado um significativo espaço como principal software Desktop GIS em inúmeros projetos no Brasil e no mundo.

Esta matéria visa ajudar àqueles que estão, por assim dizer, “em cima do muro” sobre a viabilidade de utilizar este programa em ambiente de produção a tirar suas dúvidas.

1 – O QGIS É GRATUITO!

QGIS - Desktop GISO QGIS é um software livre e gratuito e bastante amigável. Qualquer pessoa com uma ligação à Internet pode visitar um dos sites de download e baixar uma cópia do aplicativo.

Sim, não há nenhum custo para o usuário!

2 – O QGIS É MULTIPLATAFORMA

O software está disponível para os sistemas operacionais mais utilizados no mundo. Visitando a seção de downloads você encontrará um pacote de instalação em ambientes Windows, Mac e Linux.

Há ainda uma versão para Android, que será muito útil para aqueles usuários que querem começar a explorar o QGIS rodando em um tablet ou outro dispositivo compatível.

Artigo: Cinco motivos para começar a usar o software QGIS

A disponibilidade do QGIS para múltiplas plataformas abre um grande leque de possibilidades. Sua independência de sistema operacional é bem maior do que a de muitos programas comerciais de destaque no mercado.




A crescente popularidade QGIS pode, em parte, ser atribuído à falta de softwares robustos para Sistemas de Informações Geográficas (SIG) para o ambiente Mac.

Para usuários de Mac que não querem rodar sua aplicação SIG apenas em uma máquina virtual, QGIS tem se mostrado uma solução bastante estável.

3 – O USO DE SOFTWARE DE SIG OPEN SOURCE SÓ CRESCE

Embora seja verdade que o uso de softwares livres para SIG não atingiu o nível generalizado da plataforma da Esri, o QGIS está crescendo na sua utilização como uma alternativa viável para os programas comerciais.

A organização do projeto QGIS publica estudos de caso que destacam a aplicação prática do software em seu site.

Quantos usuários do QGIS há no mundo? Isso é difícil precisar. Entretanto, Gary Sherman, que é um desenvolvedor e fundador do projeto QGIS, realizou algumas análises sobre este tema a partir da geocodificação dos endereços IP de onde o programa foi baixado (Ver Pesquisa).

Localização dos Usuários do QGIS

A partir dessa análise, Sherman estimada em dezembro de 2011, que havia pelo menos 100 mil usuários do software ao redor do globo.

4 – ABUNDÂNCIA DE MATERIAL INSTRUCIONAL E SUPORTE

Se você está preocupado com a curva de aprendizado do QGIS ficará contente em saber que os canais de suporte aos usuários do sistema são ampliados cada vez mais. Há uma verdadeira rede, de desenvolvedores e outros voluntários, bastante ativa, que trabalha em correção de bugs e estendendo a funcionalidade do QGIS.

No site oficial do QGIS há uma Wiki (em inglês) cujo título descreve bem sua utilidade. “Como eu faço isso no QGIS?“. O espaço conta com tutoriais introdutórios cobrindo os passos básicos para se trabalhar com dados raster e vetoriais, análise espacial, cartografia, etc.

ClickGeo: Cursos de Geotecnologias

A documentação oficial em português para versões mais recentes do QGIS também é uma rica fonte de informações, juntamente com o valor agregado por tutoriais publicados por diversos autores e em diversos formatos.

Neste contexto não podemos deixar de destacar o apoio, praticamente em tempo real, oferecido pela comunidade QGIS Brasil que no mês de maio de 2016 já contava com cerca de 2.000 membros registrados.

5 – EMPREGABILIDADE

O pedido de pelo menos familiaridade com softwares de SIG open source está crescendo como uma habilidade desejada em muitas oportunidades de trabalho na área de Geotecnologias.

Uma pesquisa feita por Eric Pimpler de GeoChalkboard em 2011 sobre o mercado de SIG, descobriu que 14% dos entrevistados utilizava software de Geoprocessamento de código aberto, pelo menos como um programa secundário usado em seus trabalhos.

Utilização de Softwares Livres de Geoprocessamento

O gráfico a seguir ilustra o crescimento de anúncios de vaga na área de Geotecnologias onde dominar uma ferramenta open source era um diferencial.

Para os profissionais de GIS que desejam se manter vivos neste competitivo mercado, a construção de experiência com uma gama de fonte aberta e pacotes de SIG como o QGIS é uma necessidade real.

VOCÊ USA O QGIS?

Você usa o QGIS? E no seu caso? Tem aplicado o QGIS em seus projetos? Compartilhe suas experiências com a comunidade enviando seus comentários.

Gostaria de obter mais detalhes sobre cada um destes tópicos? Então recomendo que leia a matéria Cinco Razões para Começar a Usar o QGIS, publicada nas páginas 44 até 47 da edição 6 da Revista FOSSGIS Brasil.

O download de todas as edições da FOSSGIS Brasil estão disponíveis no portal oficial onde são publicados os novos números.

O artigo é uma tradução livre, com algumas adaptações, de uma matéria publicada originalmente em inglês no site GIS Lounge. Poderá acessar e ler o material original, na íntegra, em: Five Reasons to Start Using QGIS

Você tem interesse em aprender a trabalhar com o QGIS? Leia as dicas disponíveis nos links abaixo:

O que acharam do artigo sobre motivos para usar o QGIS? Deixem seus comentários.

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *