Comparativo entre Softwares Livres de SIG

Softwares Livres de SIGVocê fica na dúvida quanto a qual software de Geoprocessamento utilizar em seus projetos? Diante de tantas opções, como saber qual programa pode ter um melhor desempenho? Iremos indicar aqui uma excelente fonte de leitura, uma publicação recente, sobre este assunto, com foco em um comparativo entre aplicativos open source para Sistemas de Informações Geográficas (SIG).

COMPARAÇÃO ENTRE FERRAMENTAS DESKTOP GIS

Em outubro de 2013 foram realizadas as 5as Jornadas da América Latina e do Caribe de usuários de gvSIG. Nesta ocasião, foi apresentado e publicado um trabalho que chama a atenção de todos os usuários de programas open source para SIG.

Juan Sebastián González Sanabria e Gustavo Cáceres Castellanos, docentes da Universidad Pedagógica e Tecnológica da Colombia, prepararam o artigo cujo título original é “Comparativa de Herramientas GIS Desktop – Caso de Estudio: Planes de Ordenamiento Territorial

Comparativo entre Softwares Livres de SIG

No artigo é realizada uma comparação entre diversas características, funcionalidades e desempenho dos seguintes programas de SIG: Kosmo, gvSIG, QGIS, uDig, Saga, OpenJump e GRASS.

Foram avaliados, entre outros, os seguintes parâmetros de cada aplicativo: Funcionalidade, fiabilidade, usabilidade, eficiência, adaptabilidade e portabilidade. Cada um desses aspectos são conceituados no artigo e, conforme reproduzido na tabela abaixo, recebeu um peso ou nível de importância. Também foi definida uma gradação quantitativa e qualitativa para eles:

Escala de Ponderação

Comparativo entre Softwares Livres

Os quadros a seguir ilustram o resultado da análise comparativa entre os softwares citados anteriormente. Os primeiro apresenta as “notas” em cada parâmetro avaliado e o segundo a “nota final” de cada programa. Veja e tire suas conclusões:

Comparativo entre Softwares Livres de SIG

Resultado Final da Comparacao

DOWNLOAD DO ARTIGO COMPLETO

Para ler na íntegra os comentários dos autores sobre a metodologia utilizada na comparação, bem como sobre os resultados alcançados nela, faça o download do artigo a partir do link abaixo:

O que você achou das conclusões do artigo? Era de alguma forma previsível? Ficaremos aguardando seus comentários sobre isso.

Recomendamos ainda que leia as seguintes publicações de nosso site que estão relacionadas com essa temática aqui abordada:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

3 Comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *