Apostila: Geodatabases e ArcGIS Spatial Analyst

ArcGIS - ApostilaO ArcGIS Spatial Analyst é uma extensão do programa de SIG da Esri que oferece ferramentas poderosas para analisar e modelar fenômenos, com base em imagens raster. O emprego desta extensão pode introduzir novas informações a partir de dados existentes, analisar relações espaciais, construir modelos espaciais e realizar operações complexas com rasters. E Geodatabases? Você sabe qual o objetivo desse tipo de estrutura?

O QUE É UM GEODATABASE?

Um Geodatabase (GDB) é um banco de dados relacional que armazena dados geográficos. O Geodatabase funciona como um container para armazenar dados espaciais e de atributo e relacionamentos que existem entre eles.  Um GDB pode ser classificado como Pessoal ou Multi usuários.

Geodatabases

No primeiro caso possui a extensão .mdb (um formato usado pelo Microsoft Access) e pode ser lido por múltiplas pessoas ao mesmo tempo, mas editado por somente uma pessoa por vez. Um geodatabase pessoal tem um tamanho máximo de 2 GB e armazena dados vetoriais.

Já no caso dos geodatabases multi usuários são adequados para implementações em aplicações SIG para grandes grupos de trabalhos e empresas. Eles podem ser lidos e editados por múltiplos usuários ao mesmo tempo, e podem armazenar tanto dados vetoriais como raster. GDB multiusuários são compreendidos pelo software ArcSDE e um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) tal como IBM DB2, Informix, Oracle, ou SQL Server. Os dados espaciais são armazenados no SGBD e o ArcSDE permite você visualizar e trabalhar com os dados a partir de seus aplicativos de SIG. Se você está trabalhando com um SGBD Oracle ou SQL Server, você pode se conectar diretamente a seus dados a partir do ArcCatalog ou ArcMap. Para outros SGBDs, o ArcSDE gerencia a conexão.

Entre as vantagens de usar um Geodatabase em comparação com a utilização de arquivos individuais como o shapefile podemos citar: Gerenciamento de dados espaciais de forma centralizada; conjuntos de feições contínuos; geometria de feições avançadas; suporte COGO; subtipos de feições; topologia flexível, baseada em regras; edição de dados mais precisa; anotações ligadas a feições; feições personalizadas; redes geométricas; referenciamento linear; controle de versões; edição desconectada; suporte a UML e ferramentas CASE.

ARCGIS SPATIAL ANALYST

Esta não é a primeira vez que abordamos em nosso site o uso do módulo ArcGIS Spatial Analyst. Você poderá encontrar um rico material sobre ele no link abaixo:

Entre as inúmeras funcionalidades desta extensão do ArcGIS podemos enumerar: Conversão de feições vetoriais (ponto, linha, ou polígono) para grades; cálculo distância de cada célula para objetos de interesse (similar a buffers); geração de mapas de densidade de feições de ponto; criação de superfícies contínuas de feições de ponto espalhadas; derivação de curvas de nível, declividade, mapas de aspecto, e relevo sombreado para essas feições; análises discretas célula por célula e mapas baseados em células; execução simultâneas de consultas booleanas e cálculos algébricos em múltiplas camadas raster; realização de análises de vizinhança e de zona e muito mais.

Apostila: Geodatabases e ArcGIS Spatial Analyst

A maioria das operações do Spatial Analyst resulta na criação de um novo raster de saída, geralmente uma grade.

DOWNLOAD SOBRE ARCGIS SPATIAL ANALYST E GEODATABASE

Esta apostila de ArcGIS que estamos indicando para download foi preparada por uma equipe da Universidade Federal do Espírito Santo (Laboratório de Topografia e Cartografia). No total são 159 páginas no arquivo PDF de 4,8 MB. Baixe sua cópia a partir do link:

Entre as páginas 3 e 83 o tema tratado é o uso e aplicação dos Geodatabases (feições simples e feições de anotação; comportamento do Geodatabase; redes geométricas.). A partir da página 84 o foco é na utilização da extensão Spatial Analyst (analisando superfícies; algebra de mapas; interpolação e distância e densidade).

Curso Online de AutoCAD

Outras dicas populares sobre a tecnologia Esri publicadas anteriormente:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

8 Comentários


  1. Olá Anderson. Sou administrador de redes e estou prestando suporte a uma empresa de Geo processamento. Esta empresa me solicitou a implantação do Arcsde, porem não tenho conhecimentos nesta área. Poderia indicar um site ou algum material com explicações sobre esta implantação?

    Responder

  2. Olá Anderson!
    Boa Tarde!
    Gostaria de utilizar essa apostila em um relatório, porém ela não possui nem autores e nem o ano. Você sabe por acaso dessa informação? Obrigada!

    Responder

  3. Oi,

    gostaria de abrir um arquivo mdb do ibge no QGIS 2.10 1, mas não consigo abri-lo como nas versões anteriores do QGIS.

    Alguém sabe como abri-lo?

    abrs

    Responder

    1. Oi Vagner, tudo bem?
      A versão 2.10, assim como a recentemente lançada 2.12, apresentam algumas instabilidades que podem causar problemas como esse que você mencionou.
      Por enquanto, recomendo que use a versão 2.8.3.
      Abraço!

      Responder

  4. Boa tarde Anderson, você tem alguma matéria ou indica algum conteúdo relacionado com Oracle spatial + arcgis server ? Obrigado.

    Responder

  5. quero aprender muito sobre o arc gis. como faço para baixar as apostilas?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *